…virou notícia esta semana. Porque as Marias-Ninguém nunca aparecem nas colunas sociais, em comerciais de margarina,na primeira fileira do FashionWeek ou coisa parecida. Maria Ninguém só fica famosa quando vai para a página policial por dois motivos: uma tentativa de aborto frustada que no fim virou infanticídio ou quando é morta pelo companheiro. Aí a Maria Ninguém fica famosa, comentada,popular,mas cotinua sendo Maria Ninguém.Afinal, como acontece com toda a legítima representante da espécie , o que se passa com a Maria Ninguém é o que menos importa. O que importa é usá-la como um mau exempo para as boas meninas que carregam bolsinhas Victor Hugo enquanto pegam um táxi até a clinica clandestina. O que importa é jogá-la no fundo de uma cela, sem direito de resposta, com 100Kg de moralidade e deixar ela lá, bem no fundo, escondendo junto dela todos os problemas deste Brasil de duas caras.Escondendo junto dela o açogueiro da clínica clandestina, o traficante de citotec, a falta de opção de pílula no posto, a desinformação e aquele machismo arraigado de que a responsabilidade sobre a prole é da mulher e que o homem não tem nada a ver com isso.Aliás, onde está o pai da criança? Ora, que pergunta idiota. As Marias-Ninguém ao que parece sempre geram seus filhos sozinhas.

Anúncios